VISÃO GERAL

O Plano de Recuperação da Vegetação Nativa do Estado do Pará (PRVN-PA) é pioneiro no Brasil. Estratégia integrante da Política Estadual de Mudanças Climáticas (PEMC) do Governo do Pará, o Plano, que dará origem ao Programa de Recuperação da Vegetação Nativa, busca enfrentar a emergência climática. Resultado de um processo participativo e de construção conjunta, com a participação ativa de Povos Indígenas, Quilombolas e Comunidades Tradicionais, o PRVN-PA soma-se a outras políticas e programas estaduais em prol de um futuro ambientalmente sustentável, socialmente justo e economicamente viável.

Amplificar as ações de recuperação da vegetação nativa é o desafio colocado na Década das Nações Unidas da Restauração de Ecossistemas (2021 a 2030).

Vários países, incluindo o Brasil, se comprometeram com o desafio de restaurar 350 milhões de hectares até 2030, dentro do Desafio de Bonn. A meta brasileira é de recuperar 12 milhões de hectares até 2030 e está inscrita em diferentes acordos internacionais, como o Acordo de Paris, a Declaração de Nova York sobre Florestas da Cúpula do Clima das Nações Unidas (UNFCCC) e a Iniciativa 20x20 na América Latina.

O Estado do Pará, atento aos benefícios socioeconômicos, ambientais e culturais da recuperação da vegetação nativa, vem desde 2019 criando um cenário político favorável à execução dessa agenda. Em 2020, instituiu a Política Estadual sobre Mudanças Climáticas e, em seguida, o Plano Estadual Amazônia Agora. No PEAA, o Estado se comprometeu a recuperar 5,6 milhões de hectares até 2030, quase 50% da meta nacional.

Enfrentar a emergência climática, melhorar a qualidade de vida das pessoas e evitar a degradação da biodiversidade são alguns dos inúmeros benefícios resultantes das ações de recuperação da vegetação nativa.

O Plano de Recuperação da Vegetação Nativa
do Estado do Pará (PRVN-PA)

é o principal instrumento do estado para restaurar 5,6 milhões de hectares.

A implementação do Plano busca alcançar:
Geração de riqueza entre

R$ 36,6 e
R$ 40,2 bilhões

Geração de riqueza entre

R$ 36,6 e
R$ 40,2 bilhões

Geração de riqueza entre

R$ 36,6 e
R$ 40,2 bilhões

OBJETIVOS

O Plano de Recuperação da Vegetação Nativa do Estado do Pará (PRVN-PA) é um compromisso coletivo que beneficia e envolve toda a sociedade. O Plano apresenta as medidas necessárias para que o estado alcance suas metas de reflorestamento, que vão além da recuperação da vegetação nativa.

PROCESSO DE CONSTRUÇÃO

O PRVN-PA foi construído conjuntamente de forma amplamente participativa entre os mais diversos setores sociais. Poder Público, organizações não governamentais, setor privado, instituições de pesquisa e entidades de representantes de povos indígenas, quilombolas, comunidades tradicionais e da agricultura familiar participaram dos debates e das etapas de elaboração do documento. Esse processo participativo assegura a pluralidade de vozes e perspectivas que são fundamentais para o sucesso das ações de recuperação em um Estado tão diverso quanto o Pará.
O PRVN-PA foi construído conjuntamente de forma amplamente participativa entre os mais diversos setores sociais. Poder Público, organizações não governamentais, setor privado, instituições de pesquisa e entidades de representantes de povos indígenas, quilombolas, comunidades tradicionais e da agricultura familiar participaram dos debates e das etapas de elaboração do documento. Esse processo participativo assegura a pluralidade de vozes e perspectivas que são fundamentais para o sucesso das ações de recuperação em um Estado tão diverso
Saiba mais sobre o projeto
PLANO COMPLETO

Conheça o PRVN na íntegra.

SUMÁRIO EXECUTIVO

Um resumo com os principais objetivos e ações.

Fale Conosco
O Governo do Pará considera fundamental a participação da sociedade em suas políticas públicas, por isso mantém um canal aberto para diálogo sobre o PRVN.

Tem alguma sugestão ou atua na área de restauração e gostaria de discutir sobre projetos?

CONTRIBUA!

dimuc@semas.pa.gov.br
REALIZAÇÃO
APOIO